terça-feira, 30 de abril de 2013

Sobre as Mulheres...mas só os Homens podem ler....

Acabei de "catar" esse vídeo de uma amiga...Serve pra todos nós,mas tem um peso maior pras mulheres...ja que o homem normal só faz a barba na frente do espelho e as vezes encolhe a barriga pra parecer o Xuarzinegui depois do banho...
Qdo sua companheira disser "estou feia" "estou gorda" "estou Velha"...pelo amor de Deus...nunca concorde... ou vc vai virar assunto no Datena...rsrs
Falando sério agora...ela não é uma alienada,futil,escrava da Beleza,etc...é só seu lado Biológico se manifestando.É a fêmea buscando ser atrativa para o macho...que macho??? Vc seu mala rsrsr... senão não comentaria isso com vc dããããã....Uma boa dica pra vc Malão...Nunca,nem sob tortura diga...."Nossa como sua amiga ta magrinha...tambem ela se cuida" isso é cruel com quem esta em conflito com sua aparência...
Quem ja não falou isso????? Eu ja...
A maioria das mulheres ainda não reconhece que nós tambem evoluimos...nossa porque elas estão rindo ????...bom....evoluimos sim...ficamos mais frágeis,mais sentimentais,mais dedicados aos parceiros...EpAAAAAAAA desse jeito vamos evoluir tanto que vamos virar mulheres????? Não,só estamos aprendendo com elas...Verdade,aprender é possivel ao homem tambem rsrsrs
Uma hora elas vão ver que existe uma Espécie de Homem que não da tanta importâcia pra celulites,estrias,pés de galinha...Essa Espécie,o Homus Apaixonadus,quer é vc...como vc é...como vc esta ficando e como ficará.... e reza que vc fique com ele até o fim...
Chega de entregar minha Espécie...Homens!!!!!!! Ajudem elas a se cuidarem...vc é maior beneficiado. Capriche nos olhares e comentários...se não funcionar,ai apele para para a Bomba H dos tratamentos...
Qdo ela estiver entretida em alguma atividade caseira...louça,cozinhando,etc aproxime-se sorrateiramente e... Passe a mão na bunda dela....mas com "abundância" mesmo...com vontade...
Meu amigo...vc acaba de fazer um Lifting nas ruguinhas dela...uma Lipo nas gordurinhas...sem perigo de rejeição "pós operatória".rsrsrs
Vc pode ouvir um "quequéisso????" Não se intimide é um possivel efeito colateral do tratamento...deve passar por um "ta animado hj hein???"...chegando a total assimilação da terapia,vc ouvirá talvez um "vc tem duas horas pra parar com isso"
Pronto sua mulher vai voltar a ter um brilho de adolescente de novo....Custa fazer isso...????

Então,mãos à Obra....literalmente.

Paz e Luz pra todos nós.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

QUER MESMO SALVAR ALGUM INDIO????

Essa enxurrada de postagens nas paginas sociais sobre índios que estão morrendo não deixam de ter seu valor,mas nada ou quase nada interfere nos processos de destruição e exploração praticados pelo Sistema.
O que digo aqui pode ser pouco agradável,mas qualquer um pode constatar sua veracidade.
Qdo anos atrás apareceram por aqui celebridades tipo Sting,que passeavam pelo mundo com caciques brasileiros à tiracolo,todo mundo ficou senssibilizado e aderiu a criação de "Reservas Indígenas"pelo Brasil.
Quem acha que isso foi um movimento "popular"???? Não se iluda...por trás disso tinha WWF,Greenpeace e outras ONGS que na verdade são os braços "ambientalistas" do Sistema.
O indianista Orlando Vilasboas ja comentava sobre essa armação na época,numa entrevista denunciava um plano arquitetado para a ocupação do nosso território e exploração dos nossos recursos.Dizia ele que os lideres indígenas eram levados e doutrinados por essas "ONGS".Ele sim conhecia a Realidade do Índio e sua complexidade na relação com o Homem Moderno.
Qdo um Militar responsável denunciou a ocupação de reservas por entidades estrangeiras foi taxado de retrógrado e inimigo da soberania Indígena.
Toda vez que o Governo reconhecia uma Reserva Indígena citava a etnia como "Nação".
Bonitinho não é????? Pois isso logo logo vai ser usado contra nós mesmo.Os "defensores estrangeiros"se valerão do fato de essas tribos terem território demarcado,cultura própria e título de Nação para expulsar os invasores,NÓS,e "administrarem a libertação dos "oprimidos e dominados".Lógico que com um preço "simbólico" de algumas ações.
Ocupação Militar,exploração dos recursos naturais entre outras ingerências....Bobagem????Como esta a população "libertada" do Iraque??? Do Afeganistão???  A Saúde e Educação estão um Caos até hj por la,mas o envio de Petróleo e produção de Papoulas para produção de Heroína foram recuperadas e expandidas de imediato.
De uma pesquisada por conta própria quem são os fomentadores desse "Movimento Ambientalista".

Concluindo...sou solidário com esse povo que esta sendo destruído...assino petições para que essa ação seja interrompida...mas não aceito ser usada essa atitude minha para um golpe ainda mais forte nos Direitos de TODOS nós.
Espero estar errado mas logo logo veremos repercussões sobre essa "mobilização espontânea"da Opinião publica.
Cuidado...Quer mesmo ajudar a parar a Destruição Do planeta e dos Povos da Floresta????
Mude seus hábitos.Deixe de trocar seu celular a cada novo lançamento.Valorize uma vida sustentável.Ande à pé ou de ônibus.Não consuma artigos que exploram as pessoas.
Você já faz isso?????? Que bom,então pode assinar Petições,mudar seu Avatar no Face pelo do Índio.
Esse ato seu não é HIPÓCRITA.
PARABÉNS.

sábado, 25 de agosto de 2012



POR QUE PERDOAR????


Pensando um pouco mais sobre o PERDÃO e tentando entender porque o mesmo é declarado como uma atitude nobre acabei aumentando um pouco mais minha perspectiva do Caminho, meu Caminho é claro.


Geralmente, exercemos o Perdão em relação a outra pessoa que nos humilhou, injustiçou, mentiu, caluniou, etc, etc ,e que por uma ou mais razões resolvemos relevar sua atitude e seguir em frente...nos sentindo mais leves com isso.

Isso seria o óbvio... e como todo óbvio me deixa desconfiado, me detive na analise do fato, tentando perceber o que essa “facilidade” da analise poderia esconder.

Como desconfiava cheguei a um “culpado”... como sempre nosso Ego. Imaginei algo que poderia ser um ataque a alguém e não ser a outra... por exemplo...você diz a uma pessoa gorda que ela é gorda e isso a fere profundamente. Você diz o mesmo a uma pessoa magra e ela ri e não se ofende, pois tem consciência de seu tamanho. Você diz o mesmo pra outra pessoa gorda e ela nem se abala. Você diz o mesmo pra outra pessoa magra e ela entra em pânico, mesmo sendo magérrima.

Em todas as situações, o que realmente pautou a ação do “ofendido”, foi seu entendimento. Do que??? Da agressão????

Não, de quem realmente ele é. A ofensa só realça o seu grau de Autoconhecimento e Auto aceitação... Quando o Ego esta no “controle” você reage... e isso mostra a seu nível de Conhecimento...não de Teorias ou Filosofias...Conhecimento de você mesmo.

Nessa maneira de ver a “ofensa”o que menos importa é o “ofensor”.Vendo ele por esse prisma,fica mais fácil de perdoa-lo.Ele só forneceu o fósforo...a fogueira é você mesmo.

Deixo de lado o “ofensor” pra me dedicar ao ofendido...eu, em ultima analise. Toda vez que me ofendo, reagindo ou não, percebo que devo procurar em MIM o que fez eco a “ofensa”.

Isso é pessoal e não cabe a mim dizer o que os outros “devem” procurar e mudar em si mesmo. No meu caso é um misto de Mente e Ego que tenta contentar o incontentável...tenta ser Perfeito quando não é...Exagero??? Também achei no inicio... mas pare pra pensar...se você fosse realmente Perfeito,com o que se ofenderia??? Diria alguém...”Lógico que sei de minha imperfeição...ninguém é perfeito”.

Vejamos...se realmente tivéssemos essa Consciência da nossa imperfeição, não nos ofenderíamos com o que um outro ser imperfeito diz. O dilema esta em que nos apresentamos “defeituosos” quando nos interessa...porém fica difícil entender o semelhante “defeituoso” quando ele te cutuca.

Sendo assim, PARA MIM, chego a algumas novas possibilidades de refletir sobre o Perdão.

--- O ofensor é a parte menos importante no fato.

---Meu entendimento do que realmente Sou, faz ou não existir a Ofensa.

---Quanto mais me ofendo deixa claro minha falta de Compreensão... comigo e com o Outro.

Concluindo...pensando assim fica mais fácil perdoar o “ofensor”, pois ele é mero coadjuvante nesse meu Drama.

Isso também me faz caminhar na Busca que realmente importa. É dentro de mim que moram as Feras e os Anjos...cabe a mim conhece-los e compreende-los.

Perdoar meus agressores é o mínimo... e nem isso ainda consigo fazer algumas vezes... saber que sou imperfeito nem sempre serve de alento a minha falta de Compreensão.

O que realmente me consola é que creio em uma Força Justa que a tudo isso Rege...e se Justa ela é, da a cada criatura o que realmente precisa pra caminhar.

Nesse momento sou Perfeito. Que momento??? Quando acabei de escrever ele já se foi...

Isso me faz desistir da Perfeição... aqui ela não existe... se não existe porque me ofender com alguém ou com algo???

Se eu sei disso porque deixo acontecer de novo???

Boa pergunta..........

Paz e Luz a todos nós.


  
  

quarta-feira, 8 de junho de 2011

AMOR

Em tempos duros como os que vivemos,um texto como esse é uma reflexão que se faz necessária...
Existem varias versões,de acordo com os livros de cada Religião,mas bem parecidas entre si.

I Corintios 13

1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse Amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine.
2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse Amor, nada seria.
3 E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse Amor, nada disso me aproveitaria.
4 O Amor é sofredor, é benigno; o Amor não é invejoso; o Amor não se vangloria, não se ensoberbece,
5 não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal;
6 não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;
7 tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
8 O Amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
9 porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos;
10 mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.
11 Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
12 Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido.
13 Agora, pois, permanecem a Fé, a Esperança, o Amor, estes três; mas o maior destes é o Amor.
Paulo de Tarso

segunda-feira, 9 de maio de 2011

MOOJI "Ser vitima é só um pensamento"

Ensinamento útil a todos nós

Quem se interessar pelo seu conteúdo pode acessar a lista de reprodução "MOOJI"no CANAL

Alguns vídeos podem estar sem legendas automáticas.Nesse caso clique no ícone "cc" ao pé do vídeo.


Paz e Luz a todos nós.

domingo, 24 de abril de 2011

Japão Monja Koen

Recebi e repasso esse E mail de um texto redigido por uma pessoa especial,Monja Koen,budista.
Bondade e Sutileza.
Um SER digno de admiração.

*Japão,
por Monja Coen*

Quando voltei ao Brasil, depois de residir doze anos no Japão, me incumbi da difícil missão de transmitir o que mais me impressionou do povo Japonês: kokoro.

Kokoro ou Shin significa coração-mente-essência.

Como educar pessoas a ter sensibilidade suficiente para sair de si mesmas, de suas necessidades pessoais e se colocar à serviço e disposição do grupo, das outras pessoas, da natureza ilimitada?

Outra palavra é gaman: aguentar, suportar. Educação para ser capaz de
suportar dificuldades e superá-las.

Assim, os eventos de 11 de março, no Nordeste japonês, surpreenderam o mundo de duas maneiras.

A primeira pela violência do tsunami e dos vários terremotos, bem como dos perigos de radiação das usinas nucleares de Fukushima.

A segunda pela disciplina, ordem, dignidade, paciência, honra e respeito de todas as vítimas.

Filas de pessoas passando baldes cheios e vazios, de uma piscina para os
banheiros.

Nos abrigos, a surpresa das repórteres norte americanas: ninguém queria
tirar vantagem sobre ninguém. Compartilhavam cobertas, alimentos, dores, saudades, preocupações, massagens. Cada qual se mantinha em sua área. As crianças não faziam algazarra, não corriam e gritavam, mas se mantinham no espaço que a família havia reservado.

Não furaram as filas para assistência médica ? quantas pessoas necessitando de remédios perdidos- mas esperaram sua vez também para receber água, usar o telefone, receber atenção médica, alimentos, roupas e escalda pés singelos, com pouquíssima água.

Compartilharam também do resfriado, da falta de água para higiene pessoal e coletiva, da fome, da tristeza, da dor, das perdas de verduras, leite, da morte.

Nos supermercados lotados e esvaziados de alimentos, não houve saques. Houve a resignação da tragédia e o agradecimento pelo pouco que recebiam.
Ensinamento de Buda, hoje enraizado na cultura e chamado de kansha no kokoro: coração de gratidão.

Sumimasen é outra palavra chave. Desculpe, sinto muito, com licença. Porvezes me parecia que as pessoas pediam desculpas por viver. Desculpe causar preocupação, desculpe incomodar, desculpe precisar falar com você, ou tocar à sua porta. Desculpe pela minha dor, pelas minhas lágrimas, pela minha passagem, pela preocupação que estamos causando ao mundo. Sumimasem.

Quando temos humildade e respeito pensamos nos outros, nos seus sentimentos, necessidades. Quando cuidamos da vida como um todo, somos cuidadas e respeitadas.

O inverso não é verdadeiro: se pensar primeiro em mim e só cuidar de mim, perderei. Cada um de nós, cada uma de nós é o todo manifesto.

Acompanhando as transmissões na TV e na Internet pude pressentir a atenção e cuidado com quem estaria assistindo: mostrar a realidade, sem ofender, sem estarrecer, sem causar pânico. As vítimas encontradas, vivas ou mortas eram gentilmente cobertas pelos grupos de resgate e delicadamente transportadas quer para as tendas do exército, que serviam de hospital, quer para as ambulâncias, helicópteros, barcos, que os levariam a hospitais.

Análise da situação por especialistas, informações incessantes a toda
população pelos oficiais do governo e a noção bem estabelecida de que somos um só povo e um só país.

Telefonei várias vezes aos templos por onde passei e recebi telefonemas.
Diziam-me do exagero das notícias internacionais, da confiança nas soluções que seriam encontradas e todos me pediram que não cancelasse nossa viagem em Julho próximo.

Aprendemos com essa tragédia o que Buda ensinou há dois mil e quinhentos anos: a vida é transitória, nada é seguro neste mundo, tudo pode ser destruído em um instante e reconstruído novamente.

Reafirmando a Lei da Causalidade podemos perceber como tudo está
interligado e que nós humanos não somos e jamais seremos capazes de salvar a Terra. O planeta tem seu próprio movimento e vida. Estamos na superfície, na casquinha mais fina. Os movimentos das placas tectônicas não tem a ver com sentimentos humanos, com divindades, vinganças ou castigos. O que podemos fazer é cuidar da pequena camada produtiva, da água, do solo e do ar que respiramos. E isso já é uma tarefa e tanto.

Aprendemos com o povo japonês que a solidariedade leva à ordem, que a paciência leva à tranquilidade e que o sofrimento compartilhado leva à
reconstrução.

Esse exemplo de solidariedade, de bravura, dignidade, de humildade, de
respeito aos vivos e aos mortos ficará impresso em todos que acompanharam os eventos que se seguiram a 11 de março.

Minhas preces, meus respeitos, minha ternura e minha imensa tristeza em
testemunhar tanto sofrimento e tanta dor de um povo que aprendi a amar e respeitar.

Havia pessoas suas conhecidas na tragédia?, me perguntaram. E só posso
dizer: todas. Todas eram e são pessoas de meu conhecimento. Com elas
aprendi a orar, a ter fé, paciência, persistência. Aprendi a respeitar meus
ancestrais e a linhagem de Budas.

Mãos em prece (gassho)

Monja Coen

terça-feira, 8 de março de 2011

Poetas






Desencanto (MANUEL BANDEIRA)


Eu faço versos como quem chora
De desalento... de desencanto...
Fecha o meu livro, se por agora
Não tens motivo nenhum de pranto.


Meu verso é sangue. Volúpia ardente...
Tristeza esparsa... remorso vão...
Dói-me nas veias. Amargo e quente,
Cai, gota a gota, do coração.


E nestes versos de angústia rouca,
Assim dos lábios a vida corre,
Deixando um acre sabor na boca.


- Eu faço versos como quem morre.